Patrícia Abravanel perde ação na Justiça contra Saud, da JBS

A apresentadora Patrícia Abravanel, filha de Silvio Santos, perdeu ação na Justiça em que pedia indenização de R$ 300 mil reais ao ex-diretor da JBS Ricardo Saud por danos morais.

Na delação premiada que fez à Procuradoria-Geral da República, no ano passado, Saud citou Abravanel. O ex-executivo, que hoje está preso, disse que ela compareceu a um jantar com o marido, o deputado Fábio Faria (PSD-RN), na casa de Joesley Batista, dono da JBS.

Na ocasião teria sido discutido o pagamento de propina ao pai dele, Robson Faria, governador do Rio Grande do Norte. "Foi um jantar muito elegante", disse Saud na delação. "Nós todos com nossas esposas para tratarmos de propina. Até bacana, né?", afirmou.

Patrícia acusou Saud de mentir e usou para comprovar isso um áudio que a própria mulher de Joseley, a jornalista Ticiana Villas Boas, que trabalhava no SBT, enviou a ela. "É... aquele jantar, imagina só, não tem nada a ver... do que falaram, foi um jantar normal, eu não vi nada de, de, de, dinheiro, de... nada que beirasse ser ilícito".

O juiz considerou que Saud não imputou prática de ilícito à apresentadora, "limitando-se a afirmar sua presença no jantar, o que é verdadeiro, do que decorre não haver dano moral a ser indenizado".

A advogada da apresentadora, Stella Costa, afirma que "a defesa recebe com surpresa a decisão e irá recorrer perante o Tribunal de Justiça de SP. Entendemos que ficou demonstrado de maneira clara a ofensa à reputação de Patrícia Abravanel pela fala de Ricardo Saud. Confiamos na Justiça e na mudança de decisão".

As informações são do site Uol.

Notícias Relacionadas